23 março 2009

Imprensa regional e o desporto motorizado

Mais um tema surge neste espaço de debate sobre o rumo do desporto motorizado famalicense. Tempo de lançar olhares e formar opiniões sobre a importância e o destaque do desporto motorizado na imprensa regional e concelhia.

Vivemos tempos modernos, em que as tecnologias de informação proliferam e estão em constante desenvolvimento, é estritamente necessários que se evoluam conceitos, ideias e formatos. Regionalmente, o conceito televisão como o concebemos é praticamente nulo, portanto sobressaem as rádios e os jornais locais como meio de excelência, isto é, aqueles que mais facilmente chegam à população. No entanto e em igualmente em crescimento e em voga, surgem os portais na internet, que com maior actualização e permanente actividade conseguem pôr ao dispôr toda a informação a um clique de distância.

O conceito de imprensa regional é de grande relevância, não só a nível territorial e geográfico, mas também na manutenção e no estreitar de laços com a comunidade dispersa por este mundo fora. Mas o que informar? Logicamente, a informação disponibilizada deve incidir sobre a actualidade, sobre aquilo que na região acontece e igualmente importante é focar o que gentes dessa região fazem pelo país fora, em alguns casos, no estrangeiro, também.

Vamos a casos concretos, depois de introduzir o tema geral. Vila Nova de Famalicão. 2 rádios, 4 jornais semanários e consideraremos 1 canal de televisão. Sites na internet? Alguns... Falemos do que nos interessa: Desporto Motorizado. Devidamente reconhecida como uma das modalidades chave e com maior sucesso no capítulo desportivo do concelho, servindo mesmo de porta estandarte quando se juntam as palavras Famalicão e Desporto. Não é de estranhar que Famalicão seja conotado, pelas gentes motorizadas a nível nacional, como uma das regiões com mais praticantes e com mais adeptos. Daremos nós, leia-se Famalicão e famalicenses, o devido e também merecido destaque a isso?

Sem falsas modéstias, penso que a internet, como tecnologia de informação corrente, tem permitido que Famalicão e o Desporto Motorizado sigam em bom caminho e cheguem a um sem número de pessoas interessadas e curiosas, mesmo não sendo de cá. No entanto, é simultaneamente a virtude e o defeito da internet, pois é bastante complicado efectivar o número de pessoas a quem a informação chegou, portanto calcular o retorno de uma determinada notícia na internet torna-se dificil, pelo menos neste nível regional.

Os jornais existentes, referidos no início, terão uma média de 30 páginas, sendo que nem todos têm páginas ou suplementos dedicados ao desporto em geral, portanto excluiremos esses logo à partida. Os outros vão dedicando 20 a 25% das suas páginas ao desporto, onde se tem destacado, futebol, atletismo, ciclismo, natação e automobilismo. É um facto, são os desportos que Famalicão tem perfeitamente implementados com maior ou menor sucesso e aqueles que as massas conhecem. Focando a análise exclusivamente no desporto motorizado, a informação concelhia resume-se, na grande maioria dos casos, na publicação de comunicados de imprensa enviados pelas equipas e pilotos envolvidos. Problema? De todo nenhum... Agora, temos é que saber e perceber que quando enquadrados convenientemente, esses mesmos comunicados terão maior rigor jornalístico e levarão ao público alvo uma melhor informação.

Vamos analisar um caso concreto: Rali de Barcelos, até por estar ainda na memória. Prova do Open de Ralis, localizada a 15 quilómetros de Famalicão. Sensivelmente 1/5 dos concorrentes eram famalicenses, sendo que isso representa 22 pilotos/navegadores, o que uma vez mais demonstra o impacto que os famalicenses tem nas competições motorizadas e vice-versa. Semana seguinte, jornais nas bancas e damos conta que, desses 22, apenas meia dúzia é que esteve em Barcelos... isto pelo que lemos!! Então e os restantes? Os restantes não enviam comunicados de imprensa, portanto não aparecem. Justo? Mais...

Entre as várias categorias, classes e troféus em disputa neste tipo de provas claramente que há uns mais importantes que outros, mas quando há uma equipa famalicense que segue na frente de um Campeonato Nacional, já venceu 3 provas este ano e contínua a ser esquecida, algo está mal... Quanto há uma equipa famalicense que foi 3ª classificada numa prova do Nacional de Ralis, algo que não nos lembramos de ter alguma vez ocorrido e continua a ser esquecida, algo está mal... Quando há jovens pilotos famalicenses a proliferar em competições de lançamento, quer nos automóveis, quer nas motas, alguns com resultados de relevo e continuam a ser esquecidos, algo está mal... Uma outra nota: quem leu os jornais que têm reportagem sobre o Rali de Barcelos, soube quem ganhou o rali? Por pouca referência que se faça aos outros pilotos que participaram, temos sempre que os referir, até pela importância que tiveram no desfecho da prova... É a mesma coisa que não dizer com que o FC Famalicão jogou no passado Domingo, nem dizer quem eventualmente tenha marcado um dos golos sofridos pela equipa local!

Sintetizando, o que valerá mais? 4 comunicados de imprensa ou 1 notícia (ocupando o mesmo espaço dos 4 comunicado, ou até com um pouco mais de evidência) e que fale de TODOS os famalicenses que estiveram presentes numa prova? Custará tanto assim ter um repórter (mesmo cientes da limitação de meios, quer físicos, quer humanos) num rali, num circuito de velocidade a acompanhar os pilotos famalicenses, da mesma forma que há vários repórteres espalhados aos Domingos por esses campos de futebol? Atenção, sem querer tirar importância ao futebol (desporto de eleição em Portugal, é um facto) e a outros desportos, mas é exactamente equivalente. Estamos a falar que a equipa de futebol famalicense melhor colocada surge apenas na 2ª Divisão B, isto é, a 3ª hierarquicamente... No exemplo de Barcelos, estamos a falar de uma espécie de 2ª divisão dos ralis, mas reconhecida como a divisão do sucesso nos ralis nacionais de momento, e na qual 3 equipas famalicenses acabaram nos 5 primeiros classificados.

O Famalicão Motor não se revê como um órgão de comunicação social. Não é por demais lembrar que este blogue existe de forma a projectar o desporto motorizado famalicense, única e exclusivamente, não para apontar o dedo a quem tem anos de experiência na matéria da informação. Aliás, como já aconteceu (poucas vezes, mas aconteceu), o Famalicão Motor já foi solicitado para colaborar com alguns jornais locais, acedendo com toda a disponibilidade e conhecimento que tem. E aqui surge um ponto fundamental e que pode servir de fio condutor para o melhoramento da informação motorizada no nosso concelho: porque não uma colaboração mútua de forma mais contínua, tentando esclarecer factos junto de quem está dentro do meio? Se querem falar de Economia, um economista ajudará, é com esta filosofia. Neste momento, em contas de cabeça, temos apenas 3 mecanismos especialmente direccionados para o desporto motorizado famalicense: Famalicão Motor, FamaTeam (site na internet) e Multiválulas (programa da Rádio Cidade Hoje). Todos têm feito um excelente trabalho em prol dos desportos motorizados, e novamente é colocada de parte, qualquer modéstia, pois existe a perfeita noção que mesmo não sendo profissionalizados, são trabalhos efectuados com bastante rigor e de forma muito satisfatória, de acordo com aqueles que os acedem.

Isto para dizer que se não derem a notoriedade merecida (nem que seja uma breve nota) do piloto famalicense X, ele não aparecerá em mais lado nenhum, a não ser que esteja a um nível muito elevado, como já tivemos outrora pelo menos dois casos. Hoje em dia, face à dificuldade extrema vivida, torna-se complicado montar projectos fiáveis e competitivos, sendo que para lhes dar continuidade é necessário obter retorno mediático. Apesar de ter um contador que já ultrapassou as 30 mil visitas, é complicado para uma empresa da especialidade efectivar o retorno obtido com uma notícia publicada no Famalicão Motor, assim como em qualquer outro portal na internet. Fica a mensagem, com um pouco de união, de cooperação e de atenção até, o desporto motorizado famalicense poderá ter ainda mais visibilidade e notoriedade, assim como chegar às populações da forma mais correcta, pelo caminho mais rentável e com conteúdos o mais fidedignos possíveis.

28 comentários:

Ial disse...

Acho optimo terem abordado este tópico aqui.A meu ver é pena que a imprensa regional nao tenha autonomia económica e seija por isso facil de manipular.é com muita pena que todas as semanas recebo um jornal "povo Famalicense" e nem uma linha venha lá escrita sobre o desporto motorizado, nem mesmo a quando o rali de famalicão. Quer queirão quer não no meio automobilistico famalicão e maioritáriamente conhecido graças aos nossos Heroís (Pilitos) que com pouco ou nenhum apoio da camera conseguem dignificar o nome desta cidade, e injustamente para este jornal nem existem.
Abraço até ao rali de portugal!!!

Anónimo disse...

Crónica espectacular, muito bem mesmo!

Anónimo disse...

Perfeito!Parabéns ao famalicao motor pela crónica . Como Famalicense um muito obrigado pela vossa existência . Cumprimentos desportivos. Nuno Pina

João Pedro Sousa disse...

NB - RallyMania.net é um site de "raça" famalicense, mas não pode dar total atenção ao nosso concelho pois é um site nacional e tem um pouco de internacional. Mas sempre que é possível é destacado o concelho de Famalicão.

Quanto ao que foi aqui escrito, concordo! Pois existe pessoas em Vila Nova de Famalicão que sempre que podem estão no meio de monte e nos Parques de Assistência bem perto dos pilotos, nem que para isso percam momentos de convívio com outras pessoas mais chegadas. E de lembrar que algumas dessas pessoas (o meu caso) não tem qualquer tipo de retorno financeiro e fazem aquilo por dedicação...


E agora aqui um aparte, que os leitores podem interpretar da maneira que quiserem, é uma frase que o nosso presidente da FPAK disse com a maior clareza «o desporto automóvel não é para pobres nem remediados...» E parece que os jornais famalicenses também utilizam este "termo".


Cumprimentos,
João Pedro Sousa

Anónimo disse...

Parabens pelo topico esperemos que esta noticia seja mais um empurrao e que certas pessoas do conselho abram os olhos e pensem um pouco sobre este assunto.

A.O. disse...

Os jornais visados podiam começar já a publicarem este artigo! Grande nível e visão demonstrados uma vez mais pelo Famalicão Motor!

Anónimo disse...

Caro amigo Pedro, bem que podia dedicar mais atenção aos pilotos e modalidades do desporto motorizado famalicenses. Dedica mais espaço a pilotos e equipas internacionais que pouco nos dizem e por vezes quase que ignora os pilotos da terra. Ao Famalicão Motor e ao João Peixoto uma meritória menção honrosa pelo excelente trabalho que tem vindo a realizar em prol deste desporto que cativa muitos adeptos. Quanto aos três jornais semanais que existem no nosso concelho apenas dois se destacam com algum merito - O Opinião Publica já foi um excelente meio de informação automovel no tempo em que o Vitor MArtins lá esteve realizando ainda um programa de automoveis na radio digital às 3ª e 5ª feira - o Digital Motores que infelizmente deixaram morrer; O Cidade Hoje radio jornal lá vai conservando o Filip Martins que sempre que pode lá elabora uma peçinha para o jornal e apresenta numa versão muito reduzida às 4ª feira o Multivalvulas. Caros amigos, vivemos numa fase de poucas vontades e a falta de dinheiro compromete os directores das publicações que afastam esta rica modalidade que tanto gostamos justificando a falta de verbas para acompanhar as varias competições. Vamos vivendo com o que temos

Anónimo disse...

Assunto que dava pano para mangas, mas como não é para dizer mal de nada ou de ninguém, os habituais parasitas não escrevem... Estão de parabéns por lançarem mais um tema interessante para debater.

Anónimo disse...

Estou plenamente de acordo. Este seria um assunto serio para ser debatido por gente que gosta dos automoveis e crer ver crescer a modalidade. Um debate de HOMENS poderia ser reaberto nos em tempos tivemos em Famalicão o 4ª A Fundo no Pateo das Figueiras. Estive presente em alguns e fiquei com pena por estes encontros terem terminado. Para além do convivio reaviamos velhor amigos dos automoveis e debatia-se coisas muito serias. unam-se e todos juntos vamos melhorar este rico desporto dos automóveis. Não podemos exigir que publiquem aquilo que nos quereos, apenas que divulguem o que de bom os nossos pilotos fazem por este pais fora. Viva o Deporto Motorizado

Administrador disse...

Hoje em dia, ainda que muito mais pontualmente, os jantares dos Amigos dos Motores têm sido um exemplo disso mesmo. A ideia é fazer um por mês, para se debater alguns assuntos, ver os videos das provas anteriores e, sobretudo, as pessoas se encontrarem e passar um bocado bem disposto.

Anónimo disse...

Meu caro administrador, desculpe trata-lo desta forma mas não o conheço pessoalmente. O jantares so fazem sentido se forem construtivos, agora, se forem como alguns que tenho tido conhecimento mais vale ficar em casa com a familia. A maior parte das pessoas são fofokeiros, e vivem com inveja do ke os outros fazem. Desta forma não é possivel fazer crescer o desporto automóvel, muitos dos frequentadores deste meritório blog são pessoas hipocritas que so deitam abaixo criticam os que fazem e, depois são estes que não fazem...

Administrador disse...

Concordo em parte com o que diz, isto é, com a parte do "deitar abaixo" e do "criticar desalmadamente, o chamado criticar por criticar", ainda por cima de forma anónima, reforçando por isso a cobardia. Como alguém disse aqui, se fosse para direccionar críticas a alguém, eles aí estavam, ainda que sob disfarce!

Quanto aos convívios, deixe que lhe diga o contrário. É natural que se fale de tudo e de todos, mas não numa perspectiva de inveja ou bisbilhotice. Os convívios são abertos a toda a gente, directa ou indirectamente envolvida no desporto motorizado, portanto basta comparecer num próximo evento, será bem recebido e poderá comprovar o que lhe digo.

Só para voltar ao tema em debate, penso que muito mais poderia ser dito ainda, gostava de ver aqui expostas algumas opiniões. Todos sabem, mas não é demais lembrar, que o Famalicão Motor é um ponto de encontro, onde pode haver uma grande e positiva interacção entre amantes do desporto motorizado. O Famalicão Motor serve esses entusiastas, mas também o contrário, quando os leitores contribuem para o enriquecimento deste espaço.

jose carvalho disse...

Vcs estao a fogir a questao central,que é o facto de não termos quase nenhuma cobertura por parte da imprensa local ou regional.Somos a cidade do país que mais licenças desportivas tem...merecemos mais respeito.
Temos pilotos de topo como o Ruivo o Pina o Ricardo,a começar a Mariana eu (Jose Carvalho)o Paulo Marques agora tambem nos rallys.Corremos com grande sacrificio.Corremos porque gostamos.MAS CORREMOS.DIGNIFICAMOS O NOME DE FAMALICÃO...
Não recebemos quase nada em troca...
Mas tem mais,os leitores desses mesmos jornais não merecem ver umas noticias mais elaboradas umas fotos dos carros,ou sera que eles enchem os troços do rally de famalicao e outros rallys porque não tem que fazer nesses dias????
NÃO ME PARECE...
Identifiquem se era mais giro...
Abraços.
José Carvalho

João Pedro Sousa disse...

Concordo com as palavras do José Carvalho.

Não vou criticar ninguém mas não gostei do que fizeram no Rali de Famalicão este ano. Á partida estavam inscritos 3 estreantes que volto a lembrar nomes Márcio Pereira, Mariana Neves de Carvalho e Maria João Ruivo. O Márcio inscrito para prova entre os concorrentes do Regional e as meninas no Extra.

O que se acabou por se ver é que no final do rali as meninas foram o centro das atenções. No final do rali foram entrevistadas...sairam no jornal com grande destaque. Até aqui tudo bem pois é assim mesmo que deve ser feito. Mas... e o Márcio Pereira?

Agora eu questiono-me. Acabou em 4º da geral, participou com um carro já "atrasado", foi a primeira vez que se sentou no carro e a primeira vez que fez um rali, tem apenas 18 anos e ninguém se lembra do rapaz?

Portanto eu acho que quando um trabalho é feito, deve ser feito com cuidado e com perfeição pois o que foi publicado na imprensa era melhor não ter sido publicado...

Sim, sou amigo do Márcio Pereira e estive por dentro de esta aventura e não foi fácil, só no dia do rali é que ele teve confirmação (euros) para poder fazer o rali.

Cumprimentos,
João Pedro Sousa

Anónimo disse...

Desculpa joão pedro mas o márcio foi o unico concorrente a ser intrevistado pelo SR. Carlos Cruz em pleno pódio.

João Pedro Sousa disse...

Mais uma razão para a imprensa ter escrito alguma coisa sobre ele. Mas passado é passado.

Esperemos pelo próximo...


Cumprimentos,
João Pedro Sousa

Anónimo disse...

Se és amigo dele fal-lhe uma longa entrevista e da-lo a conhecer aos outros so assim ele pode ser conhecido, não é. Passado que seja, foste tu que vieste lembrar-lo. Não quer dizer que ele não mereça um grande destaque por ser um jovem piloto de Famalicão, mas, é preciso que ele se deia a conhecer. Será que o Marcio informou a imprensa local que vinha a um rali da sua terra e esse rali era o primeiro da sua carreira? será que ele disse que era de Famalicão? como é que a imprensa conhece um "miudo" de apenas 18 anos, sendo este o primeiro rali? Vamos ser senssatos

João Pedro Sousa disse...

É para voltar ao passado? Tudo bem...

Foi enviado um Comunicado de Imprensa (Press) antes e depois do rali para toda a imprensa motorizada de norte a sul de Portugal e ainda para os jornais famalicenses coisa que por exemplo a Maria João Ruivo não o fez.

"Não quer dizer que ele não mereça um grande destaque por ser um jovem piloto de Famalicão". Se calhar talvez, um 4º lugar á geral, o melhor famalicense em prova não deve ter o mínimo destaque?

Nem vou por aqui outros factores para não gerar confusão. Mas mais uma vez comessem a identificar pois teria mais graça...

Cumprimentos,
João Pedro Sousa

Pedro disse...

Uma boa imprensa não se limita a publicar comunicados de imprensa, mas sim a aprofundá-los e a saber retirar a informação útil.

Quanto a referirem ou não os pilotos, convém lembrar que os timings são importantes, isto é, não vale de nada mandar um press na 4ª feira para um jornal que sai à 2ª, certo?

Depois acontece como na nossa imprensa local que andamos à volta de notícias do Rali de Barcelos vai em 2 semanas... Então no Cidade Hoje, nota-se perfeitamente que falam do Nuno Pina porque quase que se esqueceram dele na semana logo a seguir ao rali, logo ele que foi o melhor famalicense!!! Esta semana deram-lhe o maior destaque do mundo, capa, página inteira no interior e com a assinatura do director do jornal e tudo! É um destaque mais do que merecido, só peca é por ser tardio...

PS: Desculpem ter-me estendido, é raro escrever aqui, mas esta discussão acerca do Márcio Pereira é tipo o sexo dos anjos, portanto siga para outro lado...

M&M disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
JR disse...

Pronto, lá vai a conversa descambar... Sr moderador mantenha o respeito que este blog vinha tendo nos ultimos dias. Não conheço pessoalmente o Sr José Carvalho mas presumo que não seja ele a ovelha ranhosa. Tenham um discurso objectivo e construtivo, e deixem a quesilias particulares para outros locais não é Sr M&M não deve gostar nada dos automóveis certamente. Porque quem gosta não diz bavaridades desse tamanho

Anónimo disse...

não vamos lavar roupa suja,falemos do que é importante,todo o pessoal mereçe ser falado.se assim não for os novos pilotos acabam por cair no esqueçimento tenham eles dinheiro ou não

Anónimo disse...

sendo assim já estamos a sair do tema que nos foi proposto pelo moderador.será que o blog não poderia dar uma ajudinha á nossa imprensa ,já que tanta boa gente dos automoveis escreve no mesmo...
pessoas até que nem estão ligadas a este ou áquele piloto.

Administrador disse...

O blog pode ajudar a imprensa local, logicamente que sim, mas não terá de ser o blog a ir ao encontro dos jornais, mas sim o contrário... Quando as pessoas têm consciência que podem evoluir o seu trabalho, mas não têm os meios adequados para o fazer, podem sempre pedir a ajuda a quem os tem ou a quem está dentro da matéria em questão.

Já sucedeu algumas vezes os jornais da terra (e não só) copiarem literalmente conteúdos da autoria do blog (não são os press), sem fazer a justa referência a quem os elaborou, portanto é um sinal que vêem qualidade no que é feito. Contudo, não deixa de ser uma falta de ética esta opção de omitirem o verdadeiro autor das peças. Se querem fazer disso um sistema, não cabe ao Famalicão Motor propor nada a ninguém, pois continua a ter o seu trabalho e os seus leitores, não necessitando desse tipo de publicidade.

Sintetizando, estamos disponíveis para colaborar desde que venham ter connosco e a partir daí é uma questão de acordar as condições.

Márcio Pereira disse...

Boas.

Gostei muito de ler alguns comentarios, de rir mesmo.

Quanto a mim, na parte de nao ter sido tao "divulgado" como as outras estreias nao me importa, importa me sim é fazer mais e melhor que os outros, e nao me importo se alguem reconhece isso ou nao.
O que interessa é que sim fiz muito melhor do que muitos sendo a primeira vez que conduzi o carro e lembro aqui de passagem com problemas de injeçao pois tive mesmo a desistir.

Ja no tempo de meu pai era assim tambem, ninguem se lembrava do pequeno r5 mas no fim onde é que ele aparecia? La em cima no topo da classificaçao lugares invejados por muitos pilotos com grandes carros,chegou ate estar a frente do Regional, e desde puto que estou habituado a nao ver o nosso esforço retribuido pela imprensa famalicense.
As palavras do Presidente da Fpak parece qe surtem ifeito na imprensa, "o desporto motorizado nao é para pobres nem para remediados".

Nao estou a criticar nenhum meio de impresa famalicense, mas ou somos todos ou entao ninguem é famalicense, traduzido para portugues, ou se fala de todos ou entao nao se fala. So porque A anda num carro X ou B anda num carro Y nao devem ser feitas distinções.

Para quem critaca o rallymania, aqui fica o apelo, tentem fazer melhor sim, so critica quem nao consegue fazer melhor

Abraço

Anónimo disse...

cáro administrador,é com grande mágua que hoje ao falar com uma pessoa do jornal opinião P. ,a mesma me disse que desconheçia o blog,tendo eu aconselhado uma visita ao mesmo para ver o que aqui se escreve .
tambem o aconselhei a contactar as pessoas para que possam dar uma ajuda quanto a noticias dos nossos homens dos automoveis.espero ter dado um primeiro passo. quanto ao Márcio ainda é muito novo para começar a lavar roupa suja ,não é essa postura que um corredor deve ter.

Anónimo disse...

Já muito se divagou aqui acerca do que deve ou não ser feito, mas acho que tudo caiu em saco roto... Os jornais continuam a trabalhar no mesmo sentido, ou seja á base do que lá chega apenas, continuando a esquecer-se de pessoal que até faz bons resultados.

Com pena minha, acho que o Fama Team acabou, pois o site está inactivo e o Válvulas e Cilindros parece que vai pelo mesmo caminho, pois não é actualizado há uns bons tempos... Será da crise?

Anónimo disse...

cáro amigo
concordo plenamente com aquilo que escreveu .em minha opinião até pareçe que os dois semanarios que mais davam atenção ao desporto automovel estão a fazer boicote. os pilotos não tem culpa daquilo que nós que gostamos de automoveis(desporto alternativo em famalicão....)escrevemos aqui no blog .